Rodrigo Da Cruz

Rodrigo Da Cruz

142 Respostas

Agradecimentos: 3.455 pessoas curtiram suas respostas

Melhores respostas: 15 (11%)

Participante desde: 07/2020

SOBRE O RESPONDEDOR:

Rodrigo Da Cruz está entre os TOP 30 corretores(as) com conhecimentos em Financiamento, Negociação, Documentação, Locação, Imóveis e etc, possuindo um total de 0 artigo publicado e mais 142 respostas em nosso fórum.

Aquecedor de gás sem vistoria

Como o donatário deve declarar Já a pessoa que recebeu o imóvel em doação deve incluir o novo bem na ficha de Bens e Direitos da sua declaração de imposto de renda 2020, com a identificação do nome e CPF do doador e a informação de que recebeu o imóvel via doação.25 de mar. de 2020

Contrato de compra e venda de imóvel precisa reconhecer firma?

Apesar de não ser a regra, existe caso que é obrigatório o reconhecimento de firma: Para registro de compra e venda, doação permuta ou outros negócios que envolvam imóveis e que não seja obrigatória a... escritura , o contrato deve ter o reconhecimento de firma

Onde acho inscrição imobiliária?

Resultado de imagem para Onde acho inscrição imobiliária? Para saber qual é o número da inscrição imobiliária de um determinado imóvel basta consultar o carnê do IPTU. Tanto imóveis residenciais quanto os comerciais possuem número de inscrição imobiliária.

Terreno pode ter escritura?

Da mesma maneira que ocorre com imóveis em geral, o terreno também é uma propriedade. E a escritura é um dos principais documentos capazes de confirmar essa posse. Só que a escritura de terreno também possui um alto valor para o proprietário

Posso ser locatário de dois imóveis?

A Lei do Inquilinato autoriza a prática, desde que respeitadas algumas regras. A sublocação se caracteriza quando um imóvel alugado pelo locatário é ocupado por outra pessoa, que passa a pagar parte ou totalidade dos encargos da moradia.

Quem paga a escritura do imóvel?

Quem paga a escritura é quem compra, bem como o Imposto de Transimissão de Bens Imóveis (ITBI). Mas só a escritura não é garantia. É preciso fazer o registro da escritura no Registro de Imóveis. Imóvel financiado, para Zeger, só vale a pena ser comprado se estiver faltando 25% do total a ser pago.

Quais as certidões necessárias para compra de um imóvel?

Certidões e documentos do vendedor para a compra de imóvel Assim como em outras atividades de negociação, para a compra de imóvel é importante que o comprador sele uma relação de confiança com o vendedor. No entanto, as certificações legalizam e garantem que a venda estará dentro dos parâmetros da lei. Por isso, além dos documentos básicos de identificação, como RG e CPF, o vendedor do imóvel precisa disponibilizar outras certidões para a efetivação da compra de imóvel, são elas: Certidão de casamento ou união estável com regime de bens Essa documentação mostra ao comprador que o cônjuge ou companheiro precisa está ciente e de acordo com a venda do imóvel. Certidões negativas É muito importante que durante o processo de compra de imóvel, o vendedor comprove que não possui dívidas tributárias e trabalhistas, que não está sendo processado e que não há nenhuma interdição judicial que o impeça de vender os seus imóveis. Para isso, são necessárias as seguintes certidões: Certidão de protesto, obtida em cartório; Certidão sobre ações cíveis e criminais, disponível no site da Justiça Federal; Certidão de quitação dos tributos federais, que pode ser solicitada no site da Receita Federal; Certidões de ações trabalhistas, obtidas no site do Tribunal Superior do Trabalho; Certidão de interdição, tutela e curatela, disponível em cartórios de registro civil das pessoas naturais e de interdições e tutelas. Documentação da casa ou do apartamento colocado à venda Além das certidões do vendedor, para a compra de imóvel é preciso alguns documentos que comprovem a regularidade da casa ou do apartamento que está sendo adquirido. As principais certidões para compra de imóvel são: Cópia autenticada da escritura definitiva em nome dos vendedores, com registro no Cartório de Registro de Imóveis; Certidão negativa vintenária de ônus reais, que aponta todo o histórico do imóvel nos últimos 20 anos e especifica se existe alguma dívida pendente; Registro de ações reipersecutórias e alienações, que mostram se o imóvel foi vendido informalmente a outro comprador; Certidão negativa de impostos emitida pela prefeitura local ou cópia dos comprovantes de pagamento do IPTU dos últimos cinco anos; Cópia autenticada do IPTU referente ao ano da compra de imóvel e os comprovantes emitidos pela prefeitura local das parcelas pagas até o fechamento do negócio; Documento da planta do imóvel aprovado pela prefeitura e assinado pelo engenheiro ou arquiteto com respectivo número do registro profissional; Em caso de apartamento, também é necessária a certidão negativa de débitos condominiais.

O locador pode reaver o imóvel antes do término do contrato?

Como regra, o locador não pode reaver o imóvel alugado antes do término do prazo para a duração do contrato. ... Todavia, a lei permite ao locatário devolver o imóvel a qualquer tempo, desde que realize o pagamento da multa rescisória pactuada (e devidamente expressa no contrato)

O que é o ITBI e quanto custa?

O temido ITBI é o imposto cobrado para a transferência de imóveis. Ele está presente em quase todas as transações imobiliárias e o seu valor pode chegar a 3% do valor do imóvel. O valor cobrado varia de acordo com a cidade e com o valor do imóvel.

Pode penhorar apartamento financiado?

A penhora de um imóvel financiado por um banco para pagamento de dívida de outra instituição financeira pode, sim, existir. ... Isso porque, primeiramente, todo o valor ainda devido pelo financiamento deverá ser pago ao banco no qual o imóvel está dado como garantia.

Pode quebrar contrato de aluguel?

Quando se fala em quebra de contrato de aluguel uma das primeiras palavras que vem à mente é “multa”. A taxa por anular o acordo para locação é prevista pela Lei do Inquilinato (8.245/91). De acordo com o artigo quarto “Durante o prazo estipulado para a duração do contrato, não poderá o locador reaver o imóvel alugado.

Contrato de aluguel prazo mínimo

30 meses A vigência de um contrato de locação residencial não pode ser inferior a 30 meses (porém, não há proibição de contratos com prazo inferior). Já nas locações comerciais não há prazo mínimo determinado.

Qual o prazo para recebimento de FGTS na venda de imóvel?

de 60 a 90 dias Uma vez feito o pedido pelo agente financeiro, o dinheiro do FGTS demora, em média, cinco dias para ser liberado. Porém, os outros processos ligados à compra de um imóvel, como a aprovação do financiamento, podem levar mais tempo, e o negócio leva, geralmente, de 60 a 90 dias para ser concluído.

Tem como transferir financiamento para outra pessoa?

Respondendo a questão principal deste artigo: SIM, é possível transferir o seu financiamento para outra pessoa, mediante autorização acordada com o banco. ... O banco só autorizará a transferência mediante comprovação de renda do comprador novo, garantindo que ele tem possibilidades de arcar com a dívida.

Como faço pra financiar um terreno pela caixa?

Nessa linha de financiamento, a Caixa ajuda você e sua família a comprar seu terreno e construir a sua moradia e o seu FGTS pode fazer parte do pagamento. O financiamento é feito pelo Sistema Financeiro de Habitação e tem como garantia a alienação fiduciária. Para facilitar, utilize o simulador. Ele aponta quais as melhores opções de acordo com o seu perfil e ajuda na sua decisão para escolher o melhor financiamento. Veja a que melhor se encaixa no seu bolso e mãos à obra

Como saber o número de IPTU?

Número do contribuinte: IPTU Antes de responder a pergunta "como descobrir o número do IPTU pelo endereço", é importante explicar brevemente o que esse número representa e qual a importância que tem. Por todo o país, o número do contribuinte do IPTU pode ser conhecido por outras maneiras, como "número de inscrição imobiliária", "número de matrícula do imóvel", "SQL " (sigla para Setor-Quadra-Lote) ou "índice cadastral", dependendo da cidade na qual a propriedade se encontra. A quantidade de dígitos desse número também muda de acordo com cada município, sendo de 11 na cidade de São Paulo e de até 15 em Belo Horizonte, por exemplo. Além disso, algumas cidades também misturam letras aos dígitos, como é o caso da capital mineira. De toda maneira, independentemente do município, esse número pode ser encontrado em guias e carnês do imposto. O número do IPTU é essencial não apenas para conseguir efetuar o pagamento do imposto, mas também para realizar a consulta da taxa e descobrir o valor a ser pago ou a data de vencimento do carnê, por exemplo. É com o número do contribuinte também que é possível tirar a segunda via do imposto. A seguir, confira onde está localizado o número do IPTU no carnê ou guia do imposto. Onde fica o número do IPTU no carnê? O carnê do IPTU é diferente para cada cidade e o número costuma aparecer no canto superior direito do boleto. Olhe o carnê; a informação que você procura provavelmente estará identificada com um dos nomes já mencionados por nós nesse artigo. Dessa forma, mais importante do que encontrar o número do IPTU no boleto ou guia é entender no que ele consiste. O número do cadastro do imóvel na cidade de São Paulo, por exemplo, é composto por 11 dígitos: Os 3 primeiros são referentes ao setor; Os 3 próximos números representam a quadra; Os outros 4 números são referentes ao lote; E, por fim, o número separado por um dígito é conhecido como "dígito verificador".

O que observar ao alugar um apartamento?

1. Defina quais são as suas necessidades Você precisa de um local para toda a família ou só para você? Um quarto basta? E varanda, é uma coisa importante? Antes de sair visitando condomínios e apartamentos, tenha em mente exatamente o que você procura, tudo aquilo que é essencial na sua vida. 2. Pesquisar é (muito) necessário Esteja com suas expectativas alinhadas. O apartamento dos seus sonhos no centro da cidade cabe no seu orçamento? Ou será que não seria melhor pesquisar em um bairro mais afastado, mas com preço muito mais acessível? A pesquisa, nesses casos, é fundamental. 3. Coloque os seus gastos na ponta do lápis Lembre-se que você irá pagar mais do que apenas o aluguel. Além de internet e luz, há despesas como a taxa de condomínio e o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Faça uma boa previsão das suas finanças para não ficar endividada. 4. Fique de olho na documentação Não deixe que a burocracia a desanime. Esteja preparada e de olhos bem abertos. A documentação solicitada pode mudar de uma imobiliária para outra, mas geralmente são solicitadas cópias autenticadas de RG, CPF e comprovante de rendimento. Certifique-se que você não está com nenhuma documentação irregular, para não ter que correr atrás disso de última hora. 5. Escolha com sabedoria a região do imóvel A região do seu imóvel deve ser o mais agradável possível para você. Portanto, saiba tudo sobre os arredores: se há trânsito e barulhos frequentes, a existência de comércio por perto, a facilidade de encontrar transporte público, se a localidade é muito violenta e perigosa… Tudo isso é importante considerar na hora de escolher seu canto. 6. Analise direitinho o seu futuro lar Abra e feche as janelas, ligue o chuveiro, acenda as luzes, puxe a descarga. São coisas que as pessoas acabam esquecendo de fazer e que podem fazer a diferença. Nada mais desagradável do que uma privada entupida logo no seu primeiro dia de casa nova, certo? Verifique se está tudo em ordem e, qualquer coisa, acione o proprietário. 7. Tire fotos de tudo Esse momento da vistoria é muito importante. Fotografe qualquer defeitinho que você encontrar e peça a rubrica do proprietário para evitar alegações e cobranças futuras. Verifique cada detalhe e questione sempre que achar necessário. 8. Visite os imóveis em horários diferentes Se algum imóvel despertou mais o seu interesse, se programe para fazer visitas em dias, horários e condições climáticas diferentes. Faça visitas durante o dia, de noite, aos finais de semana e também em dias de chuva! Assim você confere a incidência da luz e também a presença de goteiras. 9. Faça contato com pessoas da região Ter um bom relacionamento com vizinhos e moradores dos arredores pode ser muito bom. Converse com todos para obter informações tanto sobre reformas que tenham ocorrido, possíveis problemas ou dicas sobre a localidade. 10. Descubra se bichinhos são permitidos Veja também 10 coisas que você deve saber antes de decidir morar sozinha Nada mais frustrante do que achar um lugar legal e descobrir que seu bichinho de estimação não pode ir junto, não é? Existem condomínios que proíbem os pets, então você deve descobrir como são as regras dos locais que você estiver pesquisando. 11. Não tenha pressa É importante se manter otimista e motivada. E com muita paciência, claro. Não tenha pressa para encontrar o apartamento dos sonhos. A espera vai valer a pena! Seguindo essas dicas, é menos provável que você tenha dores de cabeça com o seu novo lar. Boa sorte na procura!

Como fazer para transferir um imóvel para outra pessoa?

A compra e venda de um imóvel, seja ele uma casa, apartamento, terreno, chácara ou outro passa pelo processo da documentação que rege a transferência de posse de uma pessoa para outra, este documento é a escritura pública que precisa ser lavrada no cartório de notas, assinado pelas partes e posteriormente registrado no cartório de registro de imóveis.

O que é sistema price de financiamento?

Tabela Price, as parcelas são fixas. É um sistema em que a maior parte da primeira prestação é composta por juros. Assim, durante o financiamento, o valor pago em juros diminui e o valor pago em amortização aumenta, sem que o valor da parcela se altere.

Quanto custa registrar um contrato de financiamento imobiliário?

Atualmente, o custo médio para registro do imóvel nos cartórios varia de 2% a 5% do valor da unidade conforme a região, e essas taxas são pagas pelo próprio cliente nos trâmites de registro do contrato de financiamento habitacional

1762 rodrigo-da-cruz